Nesta quarta-feira, 23, o diretor-presidente da Brava Linha Aéreas, Jorge Barouki, esteve em Santo Ângelo reunido com empresários para discutir as questões ligadas às linhas que envolvem as regiões das Missões e Noroeste.

Na oportunidade esteve presente o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Santa Rosa, Fernando Borella, atendendo a convite de Gerson Heinle, representante comercial da empresa BRAVA na região. Borella participou de uma reunião com o prefeito de Santo Ângelo, Valdir Andrés e o Diretor Presidente da Brava, Jorge Barouki, onde ouviram a manifestação por parte da empresa BRAVA, sobre a confirmação do provável retorno dos vôos regulares de Santa Rosa para Porto Alegre com escala em Santo Ângelo.

Barouki sinalizou que pretende já na segunda quinzena de fevereiro retomar os vôos regulares, segunda à sexta, da aeronave com capacidade para 19 lugares, partindo de Santa Rosa, 17h54, com escala em Santo Ângelo, às 18h05 e após chegada em Porto Alegre às 19h30, e retorno direto de Porto Alegre à Santa Rosa, saindo ás 16h14 da capital gaúcha e chegando ás 17h34 na capital do soja, estes horários podem sofrer alterações.

Questionado pelo Secretário Borella sobre os valores das passagens aéreas e aeronaves maiores, o diretor da BRAVA afirmou que sabe da necessidade de praticar um preço competitivo ao atual mercado brasileiro de passagens aéreas, porém salientou sobre os custos operacionais da empresa devido à atual demanda de passageiros nos municípios da região. Mas pretende trabalhar com valores de R$ 296,00 na compra da passagem em 30 dias de antecedência, R$ 393,00 de 30 a 7 dias, e passagens compradas no dia por R$ 586,00, podendo estes valores sofrer alterações.

Cogitou ainda a intenção de incorporar aeronaves de maior porte no futuro próximo, mas para que isso ocorra de fato os aeroportos da região necessitam de melhorias urgentes na sua infraestrutura para que a empresa possa prosseguir com estas intenções.

Para capacitar-se a estas intenções da empresa BRAVA, o Secretário Borella pretende nos próximos dias agendar uma reunião no Departamento Aeroportuário do Estado, com o Diretor Roberto Carvalho Neto, para tratar sobre investimentos destinados a ampliação e  infraestrutura do aeroporto de Santa Rosa.

Desde o dia 02 de janeiro de 2013,a SMDE trabalha em conjunto com a Secretaria Municipal de Habitação e Mobilidade Urbana apoiadas pelas Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Obras para concluir as ações e responder aos apontamentos do relatório da ANAC, o mais breve possível. Segundo o Sec. Borella “a notícia da provável retomada dos vôos em Santa Rosa, poderá desde já contemplar umas das metas do governo Vicini, em conformidade com as demandas recebidas por entidades e empresários dos diversos setores produtivos do município”.

*A NHT Linhas Aéreas é uma companhia aérea brasileira com sede na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A companhia pertencia à holding JMT de Santa Maria, comandada pelo empresário Pedro Teixeira, foi vendida ao Grupo Acauã do empresário Jorge Barouki com base em Balneário Camboriú, e passará a se chamar Brava Linhas Aéreas.