Um protesto provocou congestionamento na manhã desta quinta-feira na ERS 344, em Santa Rosa, Noroeste do Estado. O Conselho Municipal de Desenvolvimento (Comude) e a Intersindical de Trabalhadores organizaram o movimento que pede ao governo do Estado reformas e duplicação imediata de um trecho de oito quilômetros, que vai do trevo do Anel Rodoviário, na entrada da cidade, até o trevo que leva ao município de Tuparendi.

A rodovia foi bloqueada das 6h50min às 7h30min. Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, trafegam no trecho 3,2 mil veículos por dia, sendo os horários das 7h e das 17h30min, os de maior movimentação. Panfletos foram distribuídos para os motoristas. O protesto gerou congestionamento de centenas de veículos nos dois sentidos da estrada.

O grupo diz que a obra deve trazer segurança para a população. O trânsito de veículos no local é intenso, já que é a principal via de acesso ao município de Santa Rosa. Além disto, há tráfego de veículos pesados, pois o trecho abriga a área industrial da cidade, além de outras metalúrgicas no decorrer na via. Segundo o grupo, ocorreram 73 acidentes no trecho desde 2010: com 54 feridos e três mortos.

No mês e janeiro deste ano, durante o Programa de Interiorização do Governo na cidade, o Governador Tarso Genro anunciou o começo das obras na rodovia, o que ainda não ocorreu. Segundo o Conselho, o projeto está parado no setor de Gestão de Projetos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) desde 22 de novembro de 2010.

Fonte: Correio do Povo