A peça orçamentária de 2012, em números de junho deste ano, prevê a quantia de R$ 175,69 milhões.

Nas despesas já está previsto 6,5% de reajuste para o funcionalismo, 1,5% de crescimento vegetativo e 2% de aumento real dos salários.

O orçamento do ano que vem prevê R$ 101,5 milhões para o Poder Executivo, R$ 49 milhões para a Fundação Municipal de Saúde e R$ 5 milhões para a Câmara de Vereadores.

Segundo avaliação de Mário Puhl, secretário municipal da Fazenda, a arrecadação em 2012 deverá apresentar um crescimento na ordem de 12% com relação ao que será arrecadado neste ano.

Fonte: Jornal Noroeste