A América Latina Logística anunciou na manhã de ontem que uma parceria entre a empresa e os clientes locais do segmento de grãos e fertilizantes deve proporcionar uma nova opção no transporte de cargas.

A ALL explicou que concluiu no mês de abril as obras de recuperação dos ramais ferroviários que interligam os terminais de grãos e fertilizantes da região de Santa Rosa e Santo Ângelo até a base ferroviária da empresa, em Cruz Alta.

O projeto possibilita a retomada da circulação de cargas por ferrovia no trecho, por onde devem ser movimentadas mais de 250 mil toneladas de produtos. A retomada só foi possível graças ao resultado de encontros realizados entre os empresários das regiões Fronteira Noroeste, Missões e Alto Jacuí, em negociação há mais de um ano.

Inicialmente, um trem diário com 15 vagões fará o percurso de 31 quilômetros. O trecho funcionará para escoamento de grãos no Porto de Rio Grande e para o retorno de fertilizantes para abastecimentos de produtores.

O diretor Comercial da ALL, Sérgio Nahuz, observa que além de atender a demanda reprimida de grãos e fertilizantes da região, há a expectativa de formalizar contratos com outras empresas e em novos segmentos, como o de contêineres.

A ALL possui cerca de 3 mil quilômetros de ferrovia no Rio Grande do Sul e transporta em média 500 vagões por dia. A companhia tem observado crescimento de 15% ao ano desde 2003.

Fonte: Jornal Noroeste