A América Latina Logística (ALL) pretende reativar até março, o trecho operacional de Santa Rosa. Para isto, vai investir cerca de R$ 1 milhão em reforços de infraestrutura na via férrea, visando o escoamento da safra regional ao Porto de Rio Grande.

Serão, segundo a empresa, substituídos 29 mil peças de dormentes, além de pedra brita na extensão da linha, em 23 quilômetros a ser recuperados. O projeto almeja aumentar a circulação de cargas por meio de acordos comerciais com cooperativas e empresas agrícolas da região Noroeste.

No ano passado, a ALL concluiu a a primeira parte da obra de 42km no trecho de Santo Ângelo a Giruá, viabilizando a movimentação de soja no período de safra para os clientes Bianchini e Bungue, através do terminal da Copermil.

Segundo a empresa, para este ano deverão ser investidos R$ 60 milhões somente em via permanente no Estado. A malha gaúcha receberá melhorias estruturais em linhas e pontes ferroviárias em 30 obras.

Ao todo serã colocados 140 mil peças de dormentes e 27 mil metros cúbicos de pedras pelas linhas férreas do Estado. Outros serviços serão desenvolvidos como controle da vegetação, esmerilhamento de trilho, correção geométrica mecanizada e ultrasom.

Fonte: Jornal Noroeste