O medicamento Tamiflu, antiviral indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o tratamento da gripe A (H1N1), está disponível nos 496 municípios do Rio Grande do Sul. É distribuído pelas secretarias municipais de Saúde, de acordo com as particularidades e possibilidades locais, seguindo os termos dos protocolos nacional e estadual.

A Secretaria Estadual da Saúde faz a entrega aos municípios, por intermédio das Coordenadorias Regionais de Saúde, de acordo com o consumo, que é verificado através das justificativas de uso e de planilhas de controle. Segundo o diretor do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Francisco Paz, o Tamiflu está disponível nos hospitais e postos de saúde, e qualquer médico pode prescrever a medicação, independentemente da vinculação do paciente a planos de saúde ou não.

Paz explica que todos os pacientes graves ou com prenúncio de gravidade recebem o medicamento, assim como pacientes dos grupos de risco que forem atendidos nas primeiras 48 horas da doença. No caso de gestantes, que têm se mostrado mais sensíveis, é dada especial atenção. Até o momento, a distribuição do remédio tem correspondido à demanda. A Secretaria Estadual da Saúde alerta a população para não utilizar qualquer medicamento sem orientação médica, já que a automedicação pode mascarar sintomas, retardar o diagnóstico e até causar resistência ao vírus.

Fonte: site jornal noroeste 11/08/09