Durante assembleia realizada na semana passada, o Corede Fronteira Noroeste definiu as 13 prioridades que irão compor a cédula de votação da Consulta Popular. As prioridades somam R$ 6,2 milhões e as mais votadas é que terão recursos assegurados do orçamento do Estado de 2010.

Confira a lista de prioridades, para o eleitor desde agora ir se posicionando:

programa de enfrentamento das estiagens, prevendo implantação de cisternas e construção de microbacias (R$ 900 mil);
programa de fortalecimento da agricultura na região, com projetos de geração de renda e conservação das estradas (R$ 1 milhão);
regionalização da saúde, através da construção de um Centro Regional de Especialidades e ampliação dos serviços de média e alta complexidades via CODIS (R$ 600 mil);
regionalização da saúde, com reformas e adaptação de área física para adequação de uma unidade hospitalar (R$ 300 mil);
programa de fortalecimento da Segurança Pública, assegurando viaturas leves, kit proteção com pistolas e coletas e um desencarcerador (R$395 mil);
programa de Justiça e Desenvolvimento Social, incluindo qualificação profissional do trabalhador, implantação de Centros de Referências da Criança e do Adolescente (R$ 564 mil);
programa de Educação, com reformas e ampliações de escolas (R$ 600 mil);
programa de Habitação e Desenvolvimento – construção de unidades habitacionais e execução de redes de água e esgoto (R$ 600 mil);
asfaltamento de rodovias que servem de acesso às cidades que não contam com tal benefício, via DAER (R$ 600 mil);
aquisição de máquinas, equipamentos e insumos para a cadeia produtiva do leite (R$ 200 mil);
parceria com universidades para estimular redes de cooperação empresarial (R$ 290 mil);
reativação dos pólos de modernização tecnológicos (R$ 120 mil);
construção e ampliação de unidades básicas de saúde (R$ 300 mil).

FONTE: SITE JORNAL NOROESTE