O projeto da Biblioteca Itinerante foi concebido no início de 2006 pela Secretaria Municipal de Educação e neste período já foram adquiridos 1.300 livros.

O objetivo desta iniciativa é reduzir os custos com a compra de obras literárias, mas ao mesmo tempo, permitir a renovação constante do acervo disponibilizado aos alunos leitores. O projeto é simples e não se contrapõe às bibliotecas existentes em cada escola, porque estas atualizadas pelas próprias direções com recursos específicos direcionados pela Secretaria e campanhas de doação nas comunidades.

Os 1300 livros da Biblioteca Itinerante estão distribuídos em 10 caixas, sendo que seis são direcionadas às séries finais do Ensino Fundamental e quatro para as séries iniciais, com acervos da literatura infantil e juvenil. Duas destas caixas literárias circulam nas EMEIs e as demais, passam nas EMEFs.

Para dinamizar o processo, foi criado um pequeno regulamento quanto aos cuidados com os livros. Cada caixa fica um mês em uma mesma escola sendo trocada após entre as demais integrantes do projeto. Os livros são conferidos quando chegam e quando saem das escolas, de modo que a quantidade e qualidade são monitoradas constantemente.